27 de out de 2011

O mandado. Parte 8

Luiz olha para elas e diz meio confuso:
- Nós já estamos chegando no outro lado do rio.
E Mendigo se vira e vai até a pitom caída no chão toda cortada pela armadura de Cléber. Cassiana olha para Sofia e pergunta:
- Então, como faremos para deter Cléber!?
- Não sei, vamos ver depois que chegarmos na margem do rio.
Quando o barco chega em terra firme, Luiz as deixa e vai embora dizendo:
- Tomem cuidado!
E elas seguem sozinhas na mata. Cassiana, Sofia e Karty fazem planos para dar a volta na mata para chegar em Morgarem sem chamar a atenção dos guerreiros inimigos. No meio do caminho começa a chover forte e começa a anoitecer e elas decidem dormir em algum lugar.
- Onde vamos dormir!?
Pergunta Sofia.
- Vamos ficar naquela gruta logo a frente.
Elas entram lá dentro e tentam dormir mas ficam olhando para a entrada sempre esperando por Cléber. Em uma hora elas acendem uma fogueira e dormem.
No meio da noite Cassiana ouve um barulho e acorda e se perguntava se era Cléber. Ela pega um galho de madeira e acende a ponta e anda até o final da gruta para ver se havia alguém ali. Mas com tanta chuva ela não conseguiu olhar ninguém e nada. Mas mesmo assim elas ficou olhando para a chuva pois sentia que havia alguém ali. Nesse momento Sofia acorda e pergunta para Cassiana:
- O que você viu!?
Cassiana se vira e responde:
- Eu achei que tinha visto....
E uma espada que é arremessada quase acerta Cassiana. Kartineli acorda com o barulho e pergunta assustada:
- O que foi isso!?
- Cléber.
Diz Cassiana que diz em voz alta:
- Rápido levantem! Temos que fugir!
E quando elas iriam sair da gruta Cléber aparece toda molhado e com a capacete toda amaçado e segura Cassiana pelo pescoço e a joga na parede. Sofia pega um tocha e diz para Cléber:
- Saia daqui!
E acaba tocando a tocha em Cléber que se apavora e corre para trás para a chuva. Kartineli vai até Cassiana que estava desmaiada e tenta acorda-la. Sofia olha para Kartineli e diz:
- Cuide de Cassiana! Eu vou atrás dele!
Sofia joga a tocha no chão e corre a procura de Cléber com sua espada. Ela fica no meio da chuva procurando Cléber e começa a gritar:
- Apareça!
E ela apenas vê Cléber correndo entre as arvores até que Cléber aparece na sua frente e a olha no meio dos olhos. Sofia fica olhando para Cléber e larga a espada no chão, e nunca tinha olhado tão de perto. O guerreiro tira o capacete e joga no chão e de um modo continua olhando para Sofia, mesmo ela não conseguindo olhar para um guerreiro que é invisível.
Longe dali Kartineli cuida de Cassiana e espera Sofia. Até que Cléber aparece com Sofia nos braços desmaiada e a joga dentro na chuva. Kartineli se levanta e quando iria ajudar Sofia Cléber anda para cima dela mas ele não chega a entrar.
Karty olha para o fogo e percebe que Cléber tinha medo do fogo. E os dois ficam olhando um para o outro esperando quem iria para cima do outro primeiro. Até que Cléber chuta um pouco de terra e apaga o fogo dentro da caverna. Mas Kartineli consegue pegar uma tocha e joga em cima de Cléber que corre para cima dela. E nesse momento a luva de Cléber cai no chão e ele sai correndo dali.
(Continua)

Nenhum comentário:

Postar um comentário