18 de out de 2011

O mandado. Parte 6

Todos ficam olhando para Cléber esmagado pela pedra e se perguntam quando que ele iria se levantar. Tempo depois os guerreiros nos cavalos que estavam ajudando Thomas a lutar contra Cléber levam flechadas nas costas e caem dos cavalos.
Thomas tira sua espada como todos os outros e começa a olhar para ver quem estava lá.
E do meio da mata saíram vários arqueiros encapuzados apontando as flechas para Kartineli. E logo atrás deles um homem a cavalo apareceu atrás com um capacete de bronze mas sem armadura. Thomas virou-se para ele e perguntou:
- Quem é você? E o que você quer!?
- Não queremos machucar ninguém. Apenas a chave do portal.
- Como você sabe dela !?
- Não seja tolo. Toda Lobomy já esta ciente dela.
- E também que ela pode destruir sua moradia !?
O guerreiro no cavalo desce e e olha bem nos olhos de Thomas e diz calmamente:
- Quem disse que eu sou dessa morada!?
E ele rapidamente pergunta botando a faca no pescoço de Thomas :
- Então vai pedir para ela me dar a chave ou eu terei de mata-lo!?
E antes que o guerreiro pudesse machucar Thomas Kartineli diz :
- Não! Espere, eu dou a chave para vocês.
E Kartineli estende os braços com a chave e quando iria dar a chave A Garota aparece no meio da mata e assusta a todos os arqueiros. O guerreiro de capacete pergunta aterrorizado:
- Mas o que é isso!?
- É o menor dos seus problemas!
E Thomas pucha um grosso tronco do chão e bate do lado da cabeça do guerreiro e o derruba no chão. Logo em seguida ele grita para Kartineli e as irmãs:
- Saiam daqui, agora!
Elas correm mas os arqueiros vão atrás atirando várias flechas. Em um momento elas chagam na beira de um rio e não sabem para onde ir e perguntam umas para as outras :
- O que faremos !?
Cassiana se vira para trás e vê um barco carregado de madeira e diz:
- Subam nesse barco!
Elas sobem e antes dos arqueiros subirem para pegar a chave um homem que estava entrando saindo da mata pergunta:
- O que vocês estão fazendo ai!?
Os arqueiros sem pensar atiraram flechas contra o homem que se escondeu atrás da arvore e disse:
- Há! Vocês não deveriam fazer isso!
E ele sai de trás da arvore e estende a mão para os arqueiros que ficam olhando para eles e depois de alguns segundos começam a rir, até que um deles comenta:
- O que vai fazer!? Nos cumprimentar!?
E o homem fecha as mão e várias cobras saíram das arvores e foram para cima deles e os atacaram mordendo suas pernas.
Os arqueiros caíram no chão de dor e o homem entrou no barco.
Cassiana, Sofia e Kartineli olhavam tudo por uma brecha aberta na parede do barco onde estavam. Kartineli vira para as duas e pergunta com medo:
- E agora!? O que faremos!?
- Não sei mas....
E uma cobra aparece do lado delas e assusta Sofia que grita de medo chamando a atenção do homem que encontra elas e pergunta:
- Quem são vocês!? Por que estão no meu barco!?
- Nós estávamos fugindo daqueles arqueiros que o senhor deteu a um tempo atrás.
- Hum.
Diz o homem com uma certa desconfiança e diz:
- Vou deixar vocês em terra firme.
- Não! O senhor não pode nos deixar lá!
- Por que não!?
- Por que a mais arqueiros querendo nos pegar!
- E o que vocês querem que eu faça!?
Elas ficam pensando até que Sofia responde:
- Nos leve para o mais longe possível daqui.
O homem aceita a pedido e leva elas para a outra margem do rio. Tempo depois elas tentam conversar com ele pois iriam ficar um tempo no barco. Cassiana se levanta do tronco e pergunta:
- Então, qual o seu nome!?
O homem se vira e diz:
- Luiz. Mas pode me chamar de Mendigo.
- Mendigo!? O senhor é pobre!?
- Não, é só modo de falar.
Nesse momento Cassiana se levanta e em voz um pouco baixa diz:
- E como o senhor consegue dominar essas cobras!?
- Dominar!? Quem disse que eu as domino!?
- Eu achei que você as dominasse pois elas fizeram tudo o que o senhor manda-se.
( Continua )

Nenhum comentário:

Postar um comentário